O que é ETF?

Objetivamente, ETF ( Exchange Traded Fund ) nada mais é do que um fundo de ações com referência em um índice da bolsa de valores, ou seja, “Fundos Negociados em Bolsa”. Sua composição é feita com o objetivo de atingir rendimentos iguais ou superiores ao indicador utilizado.

A gestão desse investimento é feita por um gestor especializado, alguém com a função de acompanhar o mercado e fazer compras e vendas necessárias para obter os melhores resultados todos os dias.

Esse investimento é indicado para iniciantes por possuir exposição indireta ao comparar com outros investimentos em ação e procurado por investidores que desejam diversificar a carteira através de uma gestão passiva.

Leitura indicada GUIA PARA ALCANÇAR A TRANQUILIDADE FINANCEIRA

Assim como outros investimentos, apesar de parecer simples é necessário estudo e boa análise antes de investir seu dinheiro.

Seu patrimônio é dividido igualmente em cotas que posteriormente são negociadas na bolsa de valores. Assim, o preço de cada uma delas varia conforme o preço das ações que as compõem.

Antes de considerar investir nessa modalidade você precisa conhecer suas características para verificar se estão alinhadas ou não a seus objetivos como investidor. Aqui listamos algumas:  

  • Gestão passiva: Tem rentabilidade ligada a um índice de referência da renda variável como IBOV, IDIV e SMLL. Sua composição é ajustada com o objetivo de resultado igual ou superior ao referencial.

  • Acessibilidade: Em geral as negociações desta modalidade são realizadas diretamente no home broker, tornando o processo prático, pois você pode fazer todas as operações diretamente de sua casa.

  • Diversificação: Essa característica indica que com apenas uma cota você tem acesso a diversas ações dentro desse investimento.

  • Custo: Essa modalidade possui custo bem acessível. Você pode encontrar bons ETFs a partir de R$ 50,00. O lote mínimo de compra é 10 cotas.

  • Liquidez: O fato de ser uma modalidade negociada diariamente na bolsa de valores torna fácil adquirir ou vender suas cotas quando desejar.

  • Tributos: ETFs são sujeitos ao imposto de renda, ao contrário das ações, onde as vendas mensais abaixo de R$ 20 mil são isentas desta cobrança.

  • Reinvestimento: Os rendimentos recebidos pelas ações que integram o ETF são reinvestidos para o aumento e valorização das mesmas.

  • Transparência: Toda documentação está disponível para o investidor, ou seja, você saberá de tudo que acontece no seu investimento.

Quando vale a pena investir em ETF?

Apesar de ser indicado para iniciantes por sua exposição indireta no mercado de ações e gestão passiva, possui variações mais brandas, o que torna sua volatilidade mais baixa, pois gera equilíbrio entre as ações e uma opção mais acessível do que investir diretamente no indicador.

Entretanto, você não poderá escolher sua composição da carteira e a mesma pode mudar a qualquer momento. É atraente para aqueles sem experiência em renda variável, mas se deseja investir em ações específicas opte por montar um portfólio personalizado.

Lembre-se de conhecer seu perfil de investidor para ter certeza de sua tolerância a riscos e adequar suas escolhas dentro dele.

Não esquece de ativar as notificações do site, nos siga nas nossas redes sociais, curta, comente e compartilhe nossas publicações.


Receba nossas atualizações, participe do nosso Canal no Telegram

Gostou?

 

Curte, comente e compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima